quarta-feira, julho 19, 2006

Não vou falar , comentar , explicar , reafirmar ,criticar ,ou explorar a facto de termos mais uma vitória no nosso historial vivido com bastante expectativa e recepção na festa da STª Marinha em Forjães,pois fomos bem acolhidos e aplaudidos pelos Forjanenses mesmo pelos mais sépticos que não apareceram , mas logo se arrependeram pelos comentários que ouviram a posterior.
Eu como Forjanense emprestado ,pois passo lá a maior parte do dia no meu empregozinho é que « Os aturos a nível de comentários » mas feito as contas , foi positivo, pois penso que iremos novamente abrilhantar estas festas de Santa Marinha em forjães para o proxímo ano(ou-visto os críticos que nada ou pouco percebem de arte musical ,mas que movimentam opiniões).
Foi me imformado que deveria estar presente no local para (trabalhar) ..hihihi...como diz o contra-o-mestre ás 14h00 locais pelo Sr.presidente da BBVE como estava segundo prescrito no calendário das festas da nossa Banda (não as 14h00 dos Açores)pois qual o meu espanto para a 2ª ordem apôs a permanência no local apôs a hora marcada de 1h10,as entradas são as 15.00.
Bravo , graças aos costumes e habitos do nosso contra-o- mestre temos que nos reger pelo horário da nossa grande amiga Ana Maria para ele poder chegar a tempo e (horas).
Em relação a prestação da nossa Banda fiquei muito orgulhoso de Lá trabalhar em(Forjães) pois viram ,eles ,(Os Forjanenses ) o quanto somos bons (tanto ou mais do que as ditas bandas que eles nomeiam de 1º categoria. Como o Jardel que vai para o « a Beira do Mar passar mais umas férias pagas».
No entento fiquei bastante desiludido pela prestação da nossa banda na sua postura no final em frente a capela da Santa Marinha(despedidas) , pois mais parecia tento na sua formatura como em execução musical um bando , comparativamente a Banda de Paço de Ferreira,pois eles até se desviaram de nós(Não foi Cathie?).
Outro assunto que me é pertinente ,é a facilidade de tranporte que alguns musicos conseguem apôs algumas revidencações ; será para conseguirem mais rendimentos ou para chamar à atenção somente (Eu nunca gostei de colo , perdoa-me Mãe,mas sempre preferi andar pelo meu pé ,bem sabes).
Ouvi uma conversa de um músico(talvez da outra banda) que disse « eu deixaria a Banda se não sentisse a falta financeira ao fim do mês .
Pois eu digo:-Eu pagaria quando deixei a Banda pelo período de um ano para a acompanhar.
-Eu gosto da Banda pelas suas notas e não pelas suas notas $
-Eu adoro o viver da nossa Banda.
-Eu sinto-me bem na Banda com os Amigos.
-Eu quero fazer o meu melhor pela Banda.

Eu não compreendo o Porquê? De certas situações .
Pois se todos querem o bem da Banda nada nos segura mas será assim????
Todos trabalhamos com mesmo sentimento e afinco????
Tudo age de accordo com as prioridades da Banda ou suas próprias necessidades???

Por muito que goste da Banda alguns factores fazem-me pensar se realmente ........
...........pois mas eu gosto da Banda .
Já agora que estou botando faladura o contrato era até as 1.oo ou 1.30 , pois nem com o temporal deixamos de fazer a que mais gostamos.


..FLO..

2 comentários:

Manuela Cunha disse...

Ainda bem que correu tudo bem....aliás, já era de esperar! Foi com muita pena minha que não participei da alegria de demonstrar aos Forjanenses que a "qualidade musical e a união de grupo" mora ali ao lado, está cada vez mais presente e em crescimento notório.
Bem Flo espero que não tenham havido incidentes pelo maior, derivados da vossa consulta do calendário....ainda bem que era em Forjães a festa porque se fosse mais longe ia-me rir!

jorge campos disse...

alguém me diz em que aspecto a bbve foi superior à banda de paços de ferreira?!espero sinceridade na resposta...