segunda-feira, outubro 04, 2010

Paderne.Melgaço.

Alvorada as 5h30 para saída as 6h00 da matina (duro/duro). Carregando camisolas,casacos ,capotes, guarda chuvas, botas e jornais nos sapatos para enxugar a humidade. Avançamos direcção Melgaço pela Rota do Alvarinho. Passagem por Viana do Castelo contornando duas ou três rotundas...(bis)...hehehe.Temporal descomunal, frio e vento intenso.
Chegada a Melgaço,tempo de espera para ver se o mau tempo passava. Para fazermos as entradas pelas ruas da cidade, mas nada de melhorias. Galgamos até Paderne.


Igreja de Paderne


Depois de um eloquente sermão e de cantarmos missa fomos almoçar ao restaurante Adérito. È um restaurante típico que promove os pratos tradicionais da região.
Podemos então aí, saborear vitela da região e acho que todos escolhemos por votação unânime esse prato. Não que não houvesse novilho ou filetes...
Mais tarde e devido ao mau tempo deslocamo-nos para a Igreja.Aí fizemos um excelente concerto nessa linda Igreja de São Salvador de Paderne repleta de povo amante de música . Esse não arredou pé enquanto não finalizamos o concerto com a marcha Jubelklänge. Tivemos também direito para alem das ovações do publico, umas palavras de satisfação de um director da festa em honra a Srª do Rosário e do Sr.Padre de Paderne.
Finda a nossa actuação regressamos ao autocarro para uma viagem de regresso. Alguns já um pouco arrasados aproveitaram para descansar_


Quem perde a noite perde o dia


O certo è que tivemos alguns precausos como dar voltas a mais 3 ou 4 rotundas...bis(maldito G.P.S). Desviarmo-nos de 2 ou 3 árvores durante o percurso na nacional. A porta da frente que se fechava mal e deixava entrar agua. Termos que parar o autocarro 4 vezes porque o limpa vidros (essuie_glace) se virava ao contrário (isso é ,para o lado esquerdo do condutor em vez de estar no para-brisa frontal) devido ao vento forte. O George (Georgiano) ficava sem ver nada devido a intensa chuva. Tal era à intensidade do vento que às vezes parecia que estávamos a sofrer turbulências dentro de um avião da TAP._


Presidente toma conta da ocorrência.


Presidente coça na cabeça "Como vamos chegar a casa assim???"


Condutor e Pires sempre pronto para ajudar.


Foi um dia verdadeiramente arrasador

9 comentários:

Manuela Cunha disse...

O dia em que tirei a agenda de 2010 do Blog :)
O dia em que finda a época musical...
E já agora não fomos já alguns anos a Paderne? As míticas fotos do tasco do toldo com sandes de presunto não era lá?
Oh Ana, intervém...tu que tens boa memória!!

Beijinhos

Ana Maria disse...

Tenho a certeza que sim Nela?
Ao pequeno almoço logo uma malguinha e era para quem queria beber alhuma coisa lol
Mas já lá vão muitos anos... com a Banda Pessegueirense... acho que sim!!

Sem dúvia as desaventuras de um final de época!!! São estas que ficam na memória, para mais tarde recordar!!!

Sem dúvida um bom batizado para a nova Direcção hehehe o Zé safou-se de boa!!

Agora regressam os fds lives, os domingos de chuva, os sábados de ensaio, bora lá FORÇA!!

Bjinhos

Duarte disse...

Bem Até a dormir, fico mal nas fotografias, mas acho que foi uma festa, que apesar do mal tempo, valeu pelo magnifico concerto numa igreja de estilo Românico, com uma excelente acustica. O reportório escolhido agradou aos presentes, incuindo o "o senhor reitor" lá do sítio!
Quanto à frase "quem perde a noite perde o dia" eu diria antes "quem dorme de dia não atura malucos" !

lol


Duarte Neiva Ferreira*

* secretário da assembeia geral, lol

Joana Vieira disse...

Oh Flo, e as galinhas? Aquele percurso até ao coro tem que se lhe diga... Hihihihi xD

floriano disse...

Sim verdade Joana,as galinhas ,as pombas o vinho a ferver as escadas e a comida do chien....lol

Manuela Cunha disse...

vinho a ferver? Pombas? Contextualizai please...andaram a fazer arruado? ou tudo isso estava dentro da bonita igreja românica?

Sandra Moreira disse...

Eu também estive em Paderne... há muitos anos. E sim Ana, tocámos com a Banda Pessegueirense.
As festas em Melgaço deixavam sempre óptimas recordações. Nalgumas delas era mais pela falta de comida e pelos belos enlatados comprados na mercearia! Não é Paulo? Beijos

Anónimo disse...

Sou de Paderne e gostei imenso do vosso concerto.
Espero que voltem...
Que nesse dia o vinho já esteja nas pipas e o S.Pedro nos brinde com bom tempo.
Obrigado.

Raul Torres disse...

Tenho quase a certeza que estão equivocados. A festa a que fomos, há uns "anitos", para os lados de Melgaço, onde: 1 - o pequeno almoço - de alguns - foi sandes de presunto com malguinha de branco a acompanhar, na única roulote ali estacionada; 2- o almoço foi umas latas de conserva acompanhadas de qq coisa comprada no único "hiper" local; 3 - para lá chegarmos, passamos por uma ponte, em betão "mal amanhado", que tinha um vão bastante acentuado e que metia medo passar por cima dela apeado quanto mais de autocarro. Tal festa situa-se em Cousso e não em Paderne.

Abraço